Capitão põe fim à felicidade do “cão” e acaba expulso

Capitão põe fim à felicidade do “cão” e acaba expulso

A expulsão do capitão de Agrosport de Monte Café, Lucas, após a tentativa de colocar  fora das quatro linhas um cão, no último final de semana, em jogo da 12ª jornada, diante da UDRA de Angolares, ainda continua a divergir a opinião pública.

Quando tudo apontava para um jogo sem casos,  Monte Café vs UDRA, da 12ª jornada, eis que ao minuto 83, um cachorro decidiu expressar a sua felicidade, entrado para o rectângulo do jogo, obrigando os artistas da tarde, interromperem o desafio, para o sussurro dos adeptos da casa, que viam aumentar a sua angustia, com o avançar das horas.

Nesta fúria de querer colocar o animal fora do espectáculo, para não perder mais tempo, uma vez que o mesmo já era escasso para a turma da casa, que perdia, 1-3, o capitão da casa, Lucas, tentou sem maldade escorraça-lo do terreno do jogo, mas acabou expulso, em resultado da acção, infringindo o capítulo das Agressões, da lei 12.

Passando quase uma semana, o assunto ainda continua a fazer ressonância na opinião pública, com a divergência quanto a atitude do árbitro, onde os que têm o conhecimento da lei acima ressaltada tecem os rasgados elogios a postura do juiz da partida, contradizendo com os comentários dos que desconhecem a supracitada lei.

De sublinhar que no exercício das suas funções, é preciso que o árbitro tenha muita audácia para agir em conformidade com lei, situação que em muitos casos são interpretados por pessoas que estão desactualizada, face as leis do jogo, como falta de competência do mesmo.

O caso de Monte Café, coloca o campeonato  nacional numa lista restrita dos campeonatos mundiais , onde os jogadores já foram sancionados com cartolina vermelha, por terem conduta violenta com os animais dentro do rectângulo do jogo, neste caso o “vira-lata”.

Em 2013, o jogador José Jimenez, do Bella Vista, equipa do futebol argentino, foi expulso por arremessar um cachorro no alambrado durante uma partida da liga regional de Tucumán.

Redacção

Comentários

Nossos Parceiros