Gustavo Clemente prescinde do seu “escudo” e chama Nilson e Primo

Gustavo Clemente prescinde do seu “escudo” e chama Nilson e Primo

Para surpresa de muitos, o seleccionador nacional, Gustavo Clemente, deixou de fora pela primeira das suas convocatórias, o seu “escudo”, o guardião Girael ‘Gi’, do Vitória de Riboque, chamando para a baliza os guarda-redes, Nilson (UDRA) e Primo (Praia Cruz).

Ausência do guarda-redes, que sempre foi a primeira opção do técnico, foi defendida com o facto do mesmo não viver nesta altura, a melhor fase da carreira, sendo nesta altura o suplente do Tavinho, no clube da “cidade alta”.

Neste sentido o seleccionador grifou que “a que se proteger o atleta”, acrescentando que o jogador ainda tem muito para dar ao futebol nacional, e que a sua carreira na selecção ainda não terminou.

Recorde-se que, o atleta estreou-se na selecção AA, pelas mãos do actual seleccionador, em Novembro de 2011, no empate,1-1, com Congo, no jogo da 2ª mão da pré-eliminatória para o Mundial do Brasil-2014, depois de ter assistido no banco o descalabro nacional, derrota por 5-0, na 1ª mão, onde o titular foi o Dungue, actual dono da baliza da UDESCAI, que mais tarde veria dar lugar ao Nilson, que defende agora às cores da UDRA de Angolares.

Redacção

Comentários

Nossos Parceiros